24 novembro 2009

Sobre Pescoços

".Ela caminhava bem à minha frente,
olhando pelas costas observava seu corpo esguio,
o jeito de andar, o provocante e delicado jeito de andar...
chegando mais perto sentia seu perfume ,
que se misturava com o visual e os trejeitos tornando-a uma espécie ídolo...

fazendo meu coração disparar e bater mais depressa,
fazendo minha respiração se tornar mais intensa...

olhando pelas costas meu olhar seguia seu pescoço, que seguia até a orelha...
mas seu liso cabelo me impedia de ver a nuca...

o pescoço...
branquinho e perfumado esperando por um selar dos meus lábios,
seria macio e delicado, porém com firmeza e desejo,
que definitivamente a faria fechar os olhos, e suspirar com desejo, chegando até a me puxar pela camisa...

deslizando do pescoço para teu rosto,
um par de beijos em suas bochechas, beijos com intensidade, leves, nada demorado demais
mas nada apressado demais também...
o tempo certo para fazê-la desejar que chegue logo até a boca e transmita todo o desejo que ali existe mutuamente...

com a mão na sua nuca faço o beijo aumentar a intensidade
... sem força nenhuma ...
apenas a firme mão de quem indica uma direção

sentindo seu corpo amolecer de desejo, sei que está entregue...
é então o ápice de beijo... ela está entregue a você...
e você rendido a ela...

não há como se soltar... suas mãos agarram meu corpo como se não fosse mais soltar...
e minhas mãos e braços tentam aproximar ainda mais os corpos já colados...

.Desejo."

5 comentários:

Marion Crane disse...

ahahaha!! Muito bom!! Foi quase um conto erótico.... Vc tava bem inspirado heeinn!! Taloooooko!

Pri Melo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Veneno Destilado disse...

'otimo, gostei do estilo de escrita nada como alguem que consegue dar gosto e cheiro a uma descricao.

Tambem adoro os pescocos femininos!

mas estou aqui a me perguntar... ainde foi parar todo odio da semana passada? sublimou?

Max disse...

hum.. éééé... enfim!

eutenhoproblemas disse...

A arte da PEGADA!